O NATAL NA VIDA ADULTA – DRAMA REAL

Pois é, finalmente consegui! Acordei cedo nesta quinta-feira e meti mãos à obra, afinal Natal não é Natal sem Árvore de Natal montada! Se há coisa que me faz sentir “adulta” é mesmo esta época. Porque as responsabilidades começaram a cair para este lado… ora vejamos.

O Natal é muito giro, desde sempre nos habituámos a passa-lo na nossa própria casa ou na casa de familiares onde as mães, tias, avós faziam tudo por nós, certo?? Só tínhamos três responsabilidades: comer bem, abrir prendas e claro, brincar com os irmãos, primos e toda a criançada .
Passado anos as coisas começam a mudar, a chatice toda começa… começamos a ser grandinhos demais para poder comer bem porque “ai que depois tenho que fazer um detox”, “ui depois disto tenho que fazer dieta, vou ficar a pão e água”, “não posso comer, já me sinto com 10 kg a mais!”. Não podemos brincar, os putos já não nos ligam nenhuma e só querem brincar uns com os outros até porque “já não temos idade para brincar” e pior que isto… basicamente já não abrimos prendas, agora somos adultos e temos que oferecer prendas…!
Toda uma época de chatice a tentar perceber qual a prenda perfeita para cada pessoa, sabendo à partida que há uma grande probabilidade de fail. Andarmos carregados pelos shoppings, fazer compras on-line e não saber se vai servir ou gostar, saber de antemão que metade dos presentes vão ser recebidos com sorriso amarelo “obrigada pelo carinho, mas vou mesmo fazer o quê com isto??

Pois bem, passamos de um Natal sem preocupações a um Natal de Adulto… somos adultos e por isso já somos adultos o suficiente para quê?? Para fazermos o Natal na nossa casa!! O DRAMAAAAAA… Enquanto antigamente era só ir à casa da tia, agora é receber o pessoal todo lá em casa e eu obviamente que tenho todo o gosto, principalmente porque não tenho nenhum distúrbio daqueles “cuidado que vais partir isto, olha que vais estragar, não mexas nisto, vais sujar a carpete, não entres com sapatos!!!” Não… não sou nada assim… que é isso…. sou pois! Um dramaaaaaa….

Qualquer pessoinha que entre na minha casa sabe que a primeira coisa a fazer, até mesmo antes de respirar, é descalçar-se! Nada de pézinhos sujos a andar pelas carpetes beje, era o que faltava, há pantufinhas para todos. Recebemos todo o mundo de braços abertos, a avó a resmungar, o pai a fazer o jantar (graças ao menino Jesus que tenho sorte em ter um pai que é o Chef lá da família) ficando a sobrar a parte das sobremesas aqui para a je, a irmã que vai ser a fala barato do jantar, o irão que foi promovido este ano e que só tem malta incompetente à sua volta, o tio que é o maior, o primo que passou a todas as cadeiras com 19 valores e está no quadro de honra da faculdade, até a vizinha que passa lá para deixar uns sonhos, mas na realidade queria era cuscar não é verdade?… Todas iguais! Ahah.

Jantar feito, tudo a comer e ouvir ainda a avózinha “come mais filha, tás muito magrinha” quando tens a noção que está a mentir descaradamente na tua cara. Acabado o jantar ninguém espera pela 00:00 era o que faltava, o Natal é quando quisermos não é verdade? Então as prendas são para abrir quando quisermos também. Já sabemos metade das prendas que vamos receber, a avó continua a insistir em oferecer a caixinha de Ferrero Rocher que sabe que não vais comer e vais até aproveitar para os oferecer a alguém, não é verdade?

Os putos mais velhos só querem ir embora, os mais novos não querem ir dormir, os adultos ficam na conversa até irem embora e eu fico onde?? Em casa, a arrumar tudo, limpar tudo, lavar tudo! Porquê?? Porque não pode haver nada fora do sitio… e é assim… mais um Natal se passa, lá terei eu que desmontar toda uma árvores de Natal e uma decoração pela casa toda que só fez sentido para um único dia… com sorte desmonto a árvore antes de Fevereiro, começo a pensar que pode ser desnecessário… talvez a deixe para o próximo Natal, poupo trabalho e tempo. Ahahah

E com vocês? Passa-se o mesmo?
Beijos, Seni.

Leave A Reply

* All fields are required